ACABAMENTOS PARA PORTAS DE MADEIRA

     • Se a porta for de madeira de lei, pode ficar sem acabamento, ao natural, bastando lixar e aplicar cera de carnaúba e, posteriormente, lustra-móveis para conservação; ainda neste caso, é conveniente aplicar um produto selante (base para os acabamentos, atuando como impermeabilizante), que veda os poros da madeira, ajudando a proteger contra intempéries.
     • Uma alternativa para o acabamento é a aplicação de verniz, fosco ou brilhante.
     • Para colorir, as tintas do tipo látex acrílico são uma ótima opção, pois filtram os raios ultravioleta. Há ainda a possibilidade de usar verniz com pigmento à base de anilina diluída.
     • A aplicação de laca confere à madeira um aspecto plastificado ou até marmorizado, dependendo do tipo de trabalho.
     • Num efeito diferenciado, a madeira clareada ou escurecida é fácil de obter. Para clarear, emprega-se ácido muriático, cloro ou água oxigenada. Betume misturado a um produto selante, extrato de nogueira ou cera de carnaúba escurecem o material. Em qualquer um dos processos, o produto deve ser aplicado com suavidade e de maneira uniforme, a não ser que o desejado seja o efeito manchado. Nesse caso, a aplicação é feita com pincéis ou estopa.
     • Outra opção de acabamento é revestir com laminado melamínico, de fácil manutenção.
     • Para a colocação de vidros, deve-se preferir os temperados.

     Portas em madeira de boa qualidade dificilmente irão apresentar problemas com cupins, pois, além de sua própria resistência natural, é provável que tenham passado por tratamentos preventivos. Se apesar disso a peça for atacada por esses insetos, a saída é a aplicação de inseticidas com pincel ou por injeção.

Fonte: Revista Arquitetura & Construção - mar/93.

Nova Busca - Dicas
Palavra Chave